História

HISTÓRIA

A Escola de Ténis do CTE, foi criada há cerca de 60 anos, sendo uma das mais antigas do País. Desde essa data que a nossa Escola está directamente ligada ao nome de Geza Torok, pois foi ele um dos impulsionadores da sua criação e a grande figura que, durante mais de 60 anos, foi responsável pelo seu desenvolvimento.No decorrer de todo este tempo, o Mestre Geza Torok, teve sempre a seu lado o Professor  Olivio  Silva, que ainda hoje lecciona no CTE, e teve um papel fundamental em todo o processo.Os jovens do CTE foram sempre uma presença constante nas competições Regionais e Nacionais, dominando os lugares cimeiros e ocupando posições de destaque nas páginas dos jornais.
Foi assim que a Escola do CTE se posicionou no topo do ténis nacional, e ficou reconhecida como uma Escola com tradição na formação de jovens tenistas.Com o grande desenvolvimento e crescimento da modalidade não só a nível nacional, como mundial, a Escola CTE adquiriu também uma nova dimensão, tanto mais que, no ano de 1992, o CTE mudou as suas instalações para o complexo desportivo actual, com mais 11 campos de ténis.No entanto, e apesar da evolução natural de toda a estrutura, continuamos a seguir o caminho e a filosofia de formação de jovens tenistas tão sabiamente implementada pelo Mestre Geza Torok, e os nossos jovens têm, ao longo destes últimos anos, continuado a alcançar lugares de destaque.É na Escola que o Clube encontra o seu principal meio de divulgação e de rejuvenescimento de sócios, e como tal, é a actividade que está intimamente ligada à sua identidade. Actualmente com mais de 350 alunos, a nossa Escola segue com estabilidade, evolui com consistência, alcança resultados, e o seu crescimento surge como uma consequência natural destes factores.Na verdade o CTE possui uma Escola com uma longa e bonita história de tradição e sucesso, que é muito raro encontrar, e é também por isso que o CTE se orgulha de continuar a gerir a sua Escola de Ténis, pois consideramos ser um valor inestimável a manter para um Clube com a tradição do nosso.